América Retail | Homepage
Thursday, May 25, 2017

La primera comunidad del retail en Latinoamérica

Brasil: Varejo tem alta de 2% nas vendas em novembro

Brasil: Varejo tem alta de 2% nas vendas em novembro

Enero 10, 2017

👤Periodista: María Alejandra Lopez 🕔10.Ene 2017

 

Após quatro quedas consecutivas, as vendas no varejo brasileiro tiveram alta de 2 % em novembro – na comparação com outubro, conforme apurou o Instituto Brasileiro de Geografia  e Estatísticas (IBGE) nesta terça-feira (10).  Na comparação mensal esse foi o melhor resultado em vendas do varejo desde 2007, quando o indicador apontou alta de 2,3%.

Na comparação com novembro de 2015 o volume de vendas  no varejo teve queda de 3,5%. Segundo o IBGE, esse resultado é a 20ª taxa negativa seguida nesse tipo de comparação, porém o recuo menos acentuado desde junho de 2015, quando o resultado foi negativo em 2,7%.

Mesmo com a recuperação no volume de vendas em novembro, os resultados permanecem negativos para o volume de vendas no acumulado no ano com queda de 6,4%. Em 12 meses, novembro de 2015 versus novembro de 2016 a queda foi de 6,5%.

Leia: Subway faz mudanças após cliente revelar tamanhofalso” do lanche

O IBGE apontou ainda que o resultado para novembro do varejo ampliado – que inclui venda de automóveis e de material de construção – o volume de vendas teve alta de 0,6% na comparação com o mês de outubro. Em contrapartida, na comparação com novembro de 2015 o volume de vendas teve queda de 4,5% e atingiu, no acumulado do ano, retração de 8,8%. Em 12 meses (novembro 2015 até novembro de 2016) a retração chegou a 9,1%.

Setores

Cinco das oito atividades de comércio analisadas pelo IBGE impulsionaram o resultado positivo de 2% em novembro. O principal destaque veio do avanço de 0,9% em hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo; seguido por outros artigos de uso pessoal e doméstico com alta de 7,2%, móveis e eletrodomésticos  com alta de 2,1% e o setor de equipamentos de escritório, informática e comunicação  que apresentou vendas 4,3% superiores no período analisado. Segundo o IBGE, “os desempenhos destes segmentos em novembro indicam um movimento de antecipações de compras para o Natal, fato que se acentua a cada ano. Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos também registra avanço, com  alta de 0,6%”.

Queda nas vendas

Por outro lado, entre as atividades com redução no volume de vendas no mês de novembro, em relação a outubro de 2016, estão tecidos, vestuário e calçados com queda de 1,5%, livros, jornais, revistas e papelaria com queda de 0,4% e combustíveis e lubrificantes com retração de 0,4%. Considerando o varejo ampliado, a variação positiva de novembro teve influência, principalmente, do comportamento do varejo de material de construção que apresentou alta expressiva de 7,2%, na medida em que o setor de veículos, motos e partes e peças recuou 0,3% no período.

Fonte: Economia – iG 

Articulos relacionados

Brasil: Bolsa de Brasil retrocede 1,54%

Brasil: Bolsa de Brasil retrocede 1,54%

Mayo 24, 2017

  El mercado financiero brasileño aún está aturdido luego del golpe que significó el escándalo político-empresarial

Brasil: Consumidor muda os hábitos em momentos de crise econômica

Brasil: Consumidor muda os hábitos em momentos de crise econômica

Mayo 23, 2017

  Impulsionado pela crise econômica do País, consumidor com orçamento familiar mais  apertado está menos preso

Brasil: Soma do valor de mercado das principais marcas brasileiras tem aumento de 70%

Brasil: Soma do valor de mercado das principais marcas brasileiras tem aumento de 70%

Mayo 22, 2017

  As 60 principais marcas do Brasil, de acordo com o ranking anual Brandz Brasil somaram

Brasil: Frete grátis é vantajoso para o e-commerce?

Brasil: Frete grátis é vantajoso para o e-commerce?

Mayo 19, 2017

  Na tentativa de atrair novos clientes e aumentar as vendas, muitos empreendedores do e-commerce oferecem

Brasil: Brasileiros que usam Uber e similares questionam necessidade de carros próprios

Brasil: Brasileiros que usam Uber e similares questionam necessidade de carros próprios

Mayo 18, 2017

  Um dos maiores desafios para a indústria de veículos do Brasil é assegurar grande desafio sua

Últimas Noticias

Newsletter

SECTIONS

América Retail