América Retail | Homepage
Saturday, May 27, 2017

La primera comunidad del retail en Latinoamérica

Brasil: Três em cada 10 brasileiros compram produtos piratas

Brasil: Três em cada 10 brasileiros compram produtos piratas

Diciembre 1, 2016

👤Periodista: María Alejandra Lopez 🕔01.Dic 2016

 

Três em cada dez brasileiros confirmam que consomem produtos piratas. A aquisição de bens fabricados ou distribuídos ilegalmente no País teve ligeira alta na passagem de 2015 para 2016, segundo dados da Federação do Comércio do Estado do Rio de Janeiro (Fecomércio-RJ) em parceria com o instituto de pesquisa Ipsos. O levantamento mostra que o porcentual de pessoas que declarou ter comprado algum produto pirata aumentou de 28% no ano passado para 32% em 2016. Apesar da piora, o índice de aquisição desses bens ainda está abaixo da média histórica (de 40%) e distante do ápice registrado em 2011 (de 52%).

A principal motivação foi o preço mais baixo, citada por 96% dos entrevistados. No entanto, cerca de um terço dos compradores não ficou satisfeita com a aquisição: 35% declararam ter se arrependido de fazer a compra. Entre os que tiveram uma experiência negativa com o produto pirata, 92% deles se queixaram da falta de qualidade do item, enquanto que outros 16% lembraram da ausência de garantia do bem adquirido. Outros 4% se disseram desapontados por terem descoberto que o produto era roubado.

Leia TambémVendas nos supermercados acumulam alta de 1,16% no ano

Os DVDs lideram o ranking dos produtos piratas mais consumidos (lembrados por 62% dos consumidores), seguidos por CDs (56%), roupas (14%), calçados, bolsas ou tênis (10%), brinquedos (10%), óculos (8%), equipamentos eletrônicos (7%) e relógios (6%), entre outros.

Segundo a Fecomércio-RJ, não há diferenças regionais significativas no consumo de produtos piratas. A região Norte teve 38% da população confirmando aquisição de bens piratas, seguida por Centro-Oeste (37%), Sul (32%), Sudeste (32%) e Nordeste (28%). A pesquisa foi realizada com 1.200 entrevistados, no período de 30 de julho a 9 de agosto de 2016, em 72 municípios brasileiros, incluindo Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Vitória, Florianópolis, Salvador, Recife. A série histórica do levantamento teve início no ano de 2006.

 Fonte: ODia

Articulos relacionados

Brasil: Plataforma inédita é aposta de varejistas para fugir da crise

Brasil: Plataforma inédita é aposta de varejistas para fugir da crise

Mayo 26, 2017

  Apesar da perspectiva de melhoria na economia brasileira, as vendas no comércio tiveram mais um

Brasil: Heinz fará recall de 22 mil embalagens de molho de tomate

Brasil: Heinz fará recall de 22 mil embalagens de molho de tomate

Mayo 25, 2017

  A empresa de alimentos Heinz Brasil S.A fará um recall de mais de 22 mil

Brasil: Bolsa de Brasil retrocede 1,54%

Brasil: Bolsa de Brasil retrocede 1,54%

Mayo 24, 2017

  El mercado financiero brasileño aún está aturdido luego del golpe que significó el escándalo político-empresarial

Brasil: Consumidor muda os hábitos em momentos de crise econômica

Brasil: Consumidor muda os hábitos em momentos de crise econômica

Mayo 23, 2017

  Impulsionado pela crise econômica do País, consumidor com orçamento familiar mais  apertado está menos preso

Brasil: Soma do valor de mercado das principais marcas brasileiras tem aumento de 70%

Brasil: Soma do valor de mercado das principais marcas brasileiras tem aumento de 70%

Mayo 22, 2017

  As 60 principais marcas do Brasil, de acordo com o ranking anual Brandz Brasil somaram

Últimas Noticias

Newsletter

SECTIONS

América Retail