América Retail | Homepage
Sunday, June 25, 2017

La primera comunidad del retail en Latinoamérica

Brasil: Sem Abilio Diniz, franceses do Grupo Casino patinam e Via Varejo amarga prejuízo

Brasil: Sem Abilio Diniz, franceses do Grupo Casino patinam e Via Varejo amarga prejuízo

Febrero 24, 2017

Autor/Fuente: Economia-iG 👤Periodista: María Alejandra Lopez 🕔24.Feb 2017

 

Os esforços para manter as operações da Via Varejo – holding que administra as operações da Casas Bahia e do Ponto Frio – rentáveis são antigas. O empresário Abilio Diniz, quando sócio do negócio, não media esforços para que as operações das duas varejistas fossem lucrativas.

Especulou-se muito em sua saída em julho de 2012, que uma nova gestão seria capaz de tornar a Via Varejo uma potência no segmento de eletroeletrônicos. No entanto, sem a presença forte de Abilio Diniz e sob a gestão francesa do Grupo Casino, com uma visão totalmente distinta do negócio, a operação vem reportando prejuízos seguidos aos seus acionistas.

Em comunicado ao mercado, a empresa informou que teve prejuízo de R$ 95 milhões ao longo de 2016. Em documento enviado a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) a holding informou que o prejuízo das varejistas no ano passado é resultado “da queda de venda do setor e da empresa, associada à inflação nos custos fixos, maiores despesas financeiras, leve piora na equivalência patrimonial e à consolidação de dois meses da operação on-line, que é deficitária”, dizia o comunicado.

A receita líquida da Via Varejo cresceu 2,8% em 2016 ao somar R$ 19,8 bilhões, pequena alta frente aos R$ 19,2 bilhões arrecadados em 2015. Já o lucro bruto avançou 8,6% no ano passado para R$ 6,7 bilhões, ante os R$ 6,2 bilhões em 2015.

A empresa é pertencente ao Grupo Pão de Açúcar (GPA), hoje administrada pelo grupo francês Casino. Porém a sequência de resultados negativos e a pouca perspectiva de lucratividade fez o grupo francês optar pela venda de sua participação na Via Varejo.

Negócios

A agência de notícias Bloomberg, afirmou que para a concretização do negócio foram contratados os bancos Rothschild, Santander, HSBC e Société Générale, informações essas não confirmadas pelas partes envolvidas.  A notícia da venda da participação não é algo novo, já que o conselho do Grupo Pão de Açúcar aprovou em novembro do ano passado a venda do ativo. Na data foi informado que o GPA tem intenção de manter e focar apenas na operação alimentar. O GPA detém 62,3% das ações ordinárias, sendo dona de 43,3% do capital total da Via Varejo. Já o Casino tem 41,5% do capital total da holding e quase a totalidade das ações ordinárias, que não direito a voto no conselho administrativo. A família Klein, fundadora da Casas Bahia tem 27,3% de participação na empresa e poderia estar interessada em retomar o negócio familiar.  O valor de mercado da Via Varejo é alto, cerca de R$ 3 bilhões, e a expectativa é que ela seja vendida a outro player do setor como a Lojas Americanas, uma das marcas pertencentes a B2W.

Fonte: Economia – iG 

Articulos relacionados

Brasil: Carne fresca brasileira está proibida nos Estados Unidos

Brasil: Carne fresca brasileira está proibida nos Estados Unidos

Junio 23, 2017

  Todas as importações de carne fresca do Brasil foram suspensas nos Estados Unidos. Essa foi

Brasil: Golpe usa o nome do Uber e atrai consumidor com desconto de R$ 100

Brasil: Golpe usa o nome do Uber e atrai consumidor com desconto de R$ 100

Junio 22, 2017

  A crise econômica faz com que o consumidor procure formas de economizar e uma delas

Brasil: Feira de franquias da ABF começa nesta quarta-feira
Junio 21, 2017

  A 26ª ABF Franchising Expo, maior evento voltado para franquias em toda a América Latina, terá

Brasil: Burguer King dará coroa de presente a consumidor durante a Parada Gay

Brasil: Burguer King dará coroa de presente a consumidor durante a Parada Gay

Junio 20, 2017

  Em mais uma ação de marketing que ressalta a importância da igualdade e respeito de

Brasil: Lojas Renner tocando los talones de Macy’s

Brasil: Lojas Renner tocando los talones de Macy’s

Junio 19, 2017

  Sin hacer alarde, la brasileña Lojas Renner ya es casi del tamaño de Macy’s, una

Últimas Noticias

Newsletter

SECTIONS

América Retail