América Retail | Homepage
Saturday, June 24, 2017

La primera comunidad del retail en Latinoamérica

Brasil: Nutricosméticos ganham a atenção dos consumidores brasileiros

Brasil: Nutricosméticos ganham a atenção dos consumidores brasileiros

Abril 17, 2017

Autor/Fuente: Economia-iG 👤Periodista: María Alejandra Lopez 🕔17.Abr 2017

 

Após uma leve baixa sofrida em 2015 e 2016, o mercado da beleza e os negócios de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos podem crescer 2,8% ao longo deste ano, segundo a projeção divulgada na Pesquisa de Beleza e Cuidados Pessoais da Euromonitor.

Contudo, mesmo com os tropeços e a instabilidade econômica, foi observado que o Brasil, terceiro maior consumidor mundial do mercado da beleza , não deixou o segmento de lado por ser considerado promissor e estar diretamente atrelado com o bem-estar, autoconfiança e autoestima das pessoas.

Um levantamento realizado pela Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC) e pelo Instituto FSB Pesquisa ainda evidenciou que os brasileiros priorizam o consumo desses itens como uma necessidade básica, capaz de garantir saúde e gerar, até mesmo, um conforto emocional e inserção social.

O estudo ainda revelou que 95% dos especialistas em cuidados pessoais asseguram o bom desempenho e relevância do setor, uma vez que proporciona benefícios aos compradores, à indústria e consequentemente a economia do País, com a oferta de empregos e a geração de tributos, inovação e possibilidade de novos negócios

No que se diz respeito à viabilidade de se explorar um mercado abrangente e crescente, há aqueles que nem mesmo com a crise econômica deixaram de unir o útil ao agradável, atrelando beleza e saúde a um único produto, ou melhor, a uma única empresa.

Foi o que fez o professor, PhD em ciências farmacêuticas e um dos idealizadores da Prol.life, Fábio Perazzo, que resolveu se aventurar na área de nutricosméticos por meio da marca Chemyunion, já consolidada e pertencente a produção para as áreas de saúde e beleza.

“Nos últimos anos e meses vem existindo um aumento consistente do interesse das pessoas por este tipo de produto. É um mercado em franca expansão”, comentou o professor sobre o crescimento da área de nutracêuticos.

Leia Também: São Paulo recibe una nueva edición del VTEX Day

Para Perazzo, o investimento de capital próprio de R$ 2 milhões foi desenvolvido para atender diversas necessidades, desde suplementação vitamínica até cuidados para a pele e cabelos. Os produtos, elaborados junto de profissionais da área da saúde, segundo o professor, ajudarão a marca a se consolidar no ramo e a ultrapassar a concorrência, que tem se tornado cada vez maior.

“Este mercado não para de crescer. Mesmo com a crise que abateu o País houve crescimento. A perspectiva é de crescimento constante nos próximos anos. Em relação a Prol.life, a expectativa é o faturamento líquido de R$ 3 milhões, com projeção de crescimento de 20% a 30% por ano.”

Brasil e custo de produção

Mesmo sendo uma área considerada recente, os nutracêuticos e os nutricosméticos já estão sendo bem vistos pelos consumidores brasileiros, que têm procurado se informar e inserir em seus cuidados diários produtos que auxiliem não só na estética, como também na saúde.

“O brasileiro, de um modo geral é muito vaidoso e gosta de cuidar do corpo utilizando todo tipo de produtos cosméticos. Nos últimos anos, tem-se observado um maior entendimento sobre esses produtos e alimentos funcionais, o que também tem ajudado na introdução de novos insumos no mercado”, afirmou.

Em relação a produção, o phD em ciências farmacêuticas assegura que o custo varia muito de acordo com o que se pretende desenvolver e com a matéria-prima utilizada na produção. Porém, ressalta o elevado custo de produção de itens como esses, uma vez que englobam tecnologia, processos de fabricação e recursos importados.

“Buscando novas tecnologias e ativos inovadores, é primordial o enfoque no mercado da beleza acerca de um perfil empreendedor. Dessa forma, é possível trabalhar em parceria com universidades e professores que agreguem conhecimento e diminuam o tempo de introdução de produtos no mercado. Além disso, procuramos utilizar os 25 anos de experiência que a Chemyunion adquiriu lidando com matérias-primas que melhoram a saúde e a beleza”, concluiu o professor acerca das colaborações e visão da marca.

*Com edição de Flávia Denone

Fonte: Economia – iG 

Articulos relacionados

Brasil: Carne fresca brasileira está proibida nos Estados Unidos

Brasil: Carne fresca brasileira está proibida nos Estados Unidos

Junio 23, 2017

  Todas as importações de carne fresca do Brasil foram suspensas nos Estados Unidos. Essa foi

Brasil: Golpe usa o nome do Uber e atrai consumidor com desconto de R$ 100

Brasil: Golpe usa o nome do Uber e atrai consumidor com desconto de R$ 100

Junio 22, 2017

  A crise econômica faz com que o consumidor procure formas de economizar e uma delas

Brasil: Feira de franquias da ABF começa nesta quarta-feira
Junio 21, 2017

  A 26ª ABF Franchising Expo, maior evento voltado para franquias em toda a América Latina, terá

Brasil: Burguer King dará coroa de presente a consumidor durante a Parada Gay

Brasil: Burguer King dará coroa de presente a consumidor durante a Parada Gay

Junio 20, 2017

  Em mais uma ação de marketing que ressalta a importância da igualdade e respeito de

Brasil: Lojas Renner tocando los talones de Macy’s

Brasil: Lojas Renner tocando los talones de Macy’s

Junio 19, 2017

  Sin hacer alarde, la brasileña Lojas Renner ya es casi del tamaño de Macy’s, una

Últimas Noticias

Newsletter

SECTIONS

América Retail