América Retail | Homepage
Wednesday, July 26, 2017

La Primera Comunidad del Retail y Consumo Masivo en Latino América

Brasil: Japão e México suspendem importação de carne de frigoríficos brasileiros

Brasil: Japão e México suspendem importação de carne de frigoríficos brasileiros

Marzo 22, 2017

Autor/Fuente: Economia-iG 👤Periodista: María Alejandra Lopez 🕔22.Mar 2017

 

Japão e México anunciaram, nesta terça-feira (21), que vão interromper a importação da carne brasileira devido aos 21 frigoríficos que são alvo da Operação Carne Fraca, deflagrada na última semana pela Polícia Federal (PF).

A suspensão aplicada no Japão , de acordo com o que foi informado pela embaixada, vale “até novas notificações” e inclui tanto o comércio de frango quanto de outros produtos com origem nas unidades investigadas.

No México, a Secretaria de Agricultura afirmou, por meio de um comunicado à imprensa, que a importação das carnes brasileiras no país foi definida pelo Serviço Nacional de Saúde, Segurança e Qualidade Alimentar.

Segundo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) do Brasil, 18 estabelecimentos são do Paraná, dois de Goiás e um de Santa Catarina, pertencentes a grandes empresas como a JBS e a BRF.

Exportação

O ministério deve divulgar, até o final da noite, um balanço do total de países que adotaram medidas semelhantes. De acordo com a pasta, a informação até o momento é de que o Japão apenas pediu esclarecimentos ao governo brasileiro sobre o assunto. Outro país que suspendeu temporariamente a entrada de carne brasileira foi a China.

Leia Também: Sistema gratuito de análise de concorrência para o varejo

Coreia do Sul

A Coreia do Sul também havia anunciado a suspensão da importação de produtos do Brasil na última segunda-feira (20). Nesta terça-feira, no entanto, o país revogou a medida que suspendia a entrada do frango brasileiro. O Ministério da Agricultura sul-coreano informou que vai intensificar a fiscalização dos alimentos importados do Brasil e exigir de sua fornecedora um certificado de saúde emitido pelo governo brasileiro.

A BRF afirmou em comunicado que a empresa não havia sido notificada da suspensão: “Diferentemente do que vem sendo noticiado, a BRF informa que não recebeu nenhuma notificação oficial das autoridades brasileiras ou estrangeiras a respeito da suspensão de suas fábricas por países com os quais mantém relações comerciais, incluindo Coreia do Sul e União Europeia”.

O governo sul-coreano considerou o comunicado do governo brasileiro enviado na segunda-feira para tomar a decisão de revogar a medida. Foi informado à Coreia do Sul que a carne em que foram constadas irregularidades não foi exportada para o país. No entanto, Hong Kong e a União Europeia – que, assim como o Japão, suspenderam a importação da carne brasileira – tiveram confirmado o recebimento de lotes fora do padrão.

Fonte: Economia – iG 

Articulos relacionados

Brasil: OPV de Carrefour en Brasil refleja la creciente confianza en el país

Brasil: OPV de Carrefour en Brasil refleja la creciente confianza en el país

Julio 25, 2017

  La división brasileña de Carrefour ha captado 1,400 millones de euros en la mayor OPV

Brasil: Supermercados têm a menor inflação desde 2009

Brasil: Supermercados têm a menor inflação desde 2009

Julio 24, 2017

  No mês de junho, o Índice de Preços dos Supermercados (IPS), calculado pela APAS/FIPE, apresentou queda de

Brasil: Twitter permite venda de cerveja em sua plataforma

Brasil: Twitter permite venda de cerveja em sua plataforma

Julio 21, 2017

  Nada mais cômodo do que pedir para entregar cerveja em casa, não é mesmo? E

Brasil: Livraria Cultura anuncia a aquisição da Fnac

Brasil: Livraria Cultura anuncia a aquisição da Fnac

Julio 20, 2017

  A Livraria Cultura comunicou ao mercado nesta quarta-feira (19) a aquisição da Fnac Darty no

Brasil: Carrefour fija en 15 reales por acción su precio de salida a bolsa en Brasil

Brasil: Carrefour fija en 15 reales por acción su precio de salida a bolsa en Brasil

Julio 19, 2017

  El gigante francés de la distribución Carrefour fijó este miércoles en 15 reales (unos 4.7

Últimas Noticias

SECTIONS

América Retail