América Retail | Homepage
Monday, May 29, 2017

La primera comunidad del retail en Latinoamérica

Brasil: Japão e México suspendem importação de carne de frigoríficos brasileiros

Brasil: Japão e México suspendem importação de carne de frigoríficos brasileiros

Marzo 22, 2017

Autor/Fuente: Economia-iG 👤Periodista: María Alejandra Lopez 🕔22.Mar 2017

 

Japão e México anunciaram, nesta terça-feira (21), que vão interromper a importação da carne brasileira devido aos 21 frigoríficos que são alvo da Operação Carne Fraca, deflagrada na última semana pela Polícia Federal (PF).

A suspensão aplicada no Japão , de acordo com o que foi informado pela embaixada, vale “até novas notificações” e inclui tanto o comércio de frango quanto de outros produtos com origem nas unidades investigadas.

No México, a Secretaria de Agricultura afirmou, por meio de um comunicado à imprensa, que a importação das carnes brasileiras no país foi definida pelo Serviço Nacional de Saúde, Segurança e Qualidade Alimentar.

Segundo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) do Brasil, 18 estabelecimentos são do Paraná, dois de Goiás e um de Santa Catarina, pertencentes a grandes empresas como a JBS e a BRF.

Exportação

O ministério deve divulgar, até o final da noite, um balanço do total de países que adotaram medidas semelhantes. De acordo com a pasta, a informação até o momento é de que o Japão apenas pediu esclarecimentos ao governo brasileiro sobre o assunto. Outro país que suspendeu temporariamente a entrada de carne brasileira foi a China.

Leia Também: Sistema gratuito de análise de concorrência para o varejo

Coreia do Sul

A Coreia do Sul também havia anunciado a suspensão da importação de produtos do Brasil na última segunda-feira (20). Nesta terça-feira, no entanto, o país revogou a medida que suspendia a entrada do frango brasileiro. O Ministério da Agricultura sul-coreano informou que vai intensificar a fiscalização dos alimentos importados do Brasil e exigir de sua fornecedora um certificado de saúde emitido pelo governo brasileiro.

A BRF afirmou em comunicado que a empresa não havia sido notificada da suspensão: “Diferentemente do que vem sendo noticiado, a BRF informa que não recebeu nenhuma notificação oficial das autoridades brasileiras ou estrangeiras a respeito da suspensão de suas fábricas por países com os quais mantém relações comerciais, incluindo Coreia do Sul e União Europeia”.

O governo sul-coreano considerou o comunicado do governo brasileiro enviado na segunda-feira para tomar a decisão de revogar a medida. Foi informado à Coreia do Sul que a carne em que foram constadas irregularidades não foi exportada para o país. No entanto, Hong Kong e a União Europeia – que, assim como o Japão, suspenderam a importação da carne brasileira – tiveram confirmado o recebimento de lotes fora do padrão.

Fonte: Economia – iG 

Articulos relacionados

Brasil: Brasil es el menor de los problemas para Carrefour

Brasil: Brasil es el menor de los problemas para Carrefour

Mayo 29, 2017

  Resulta necesario solucionar los problemas estructurales en el mercado nacional de Carrefour, que sigue generando

Brasil: Plataforma inédita é aposta de varejistas para fugir da crise

Brasil: Plataforma inédita é aposta de varejistas para fugir da crise

Mayo 26, 2017

  Apesar da perspectiva de melhoria na economia brasileira, as vendas no comércio tiveram mais um

Brasil: Heinz fará recall de 22 mil embalagens de molho de tomate

Brasil: Heinz fará recall de 22 mil embalagens de molho de tomate

Mayo 25, 2017

  A empresa de alimentos Heinz Brasil S.A fará um recall de mais de 22 mil

Brasil: Bolsa de Brasil retrocede 1,54%

Brasil: Bolsa de Brasil retrocede 1,54%

Mayo 24, 2017

  El mercado financiero brasileño aún está aturdido luego del golpe que significó el escándalo político-empresarial

Brasil: Consumidor muda os hábitos em momentos de crise econômica

Brasil: Consumidor muda os hábitos em momentos de crise econômica

Mayo 23, 2017

  Impulsionado pela crise econômica do País, consumidor com orçamento familiar mais  apertado está menos preso

Últimas Noticias

Newsletter

SECTIONS

América Retail