América Retail | Homepage
Monday, February 20, 2017

La primera comunidad del retail en Latinoamérica

Brasil: Investimento no comércio teve alta de 5,6% em dezembro

Brasil: Investimento no comércio teve alta de 5,6% em dezembro

enero 9, 2017

👤Periodista: María Alejandra Lopez Fuente: Economia-iG 🕔09.Ene 2017

 

A Federação do Comércio de Bens, Serviçoes e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) divulgou nesta sexta-feira (6) que as empresas investiram 5,6% a mais em dezembro do que em novembro. O índice que registrou o aumento é o de Nível de Insvestimento das Empresas e apontou uma alta de 63,3 para 68,8 pontos (a escala da Fecomercio varia entre zero e 200 pontos), sinalizando que o empreendedor está mais disposto a investir no seu negócio.

Outro indicador apurado pela Fecomercio foi o Índice de Expansão do Comércio (IEC), que registrou alta pelo oitavo mês consecutivo. O resultado posivito, de 3,5% de dezembro em relação a novembro de 2016, não foi o suficiente para elevar a pontuação a mais de 100, sinalizando que empreendedores, embora mais confiantes, continuam com medo de expandir seus comércios.

O Índice de Expectativa para Contratação de Funcionários e a taxa que mede o Nível de Investimento das Empresas foram os responsáveis porelevar os resultados do IEC. O primeiro atingiu 113 pontos (alta de 2,4% na relação novembro-dezembro). Já o segundo, embora tenha conseguido um crescimento maior, de 5,6%, não passou dos 66,8 pontos.

Leia: Anvisa suspende 119 lotes de medicamentos

O grau de incertezas vem sendo diminuidos ao longo dos meses e segundo a Fecomercio, essa melhora constante pode refletir no crescimento efetivo de investimentos a médio prazo.

Vagas sazonais

Contratações temporárias foram umas das principais responsáveis por elevar a taxa de crescimento do indicador de intenção de trabalho. Em 2015, 1,7 milhão de pessoas perderam o seu posto de trabalho. Já em 2016, foi projetada a eliminação de 1,2 milhão de postos de trabalho.

O estudo conclui que ao longo de 2016 houve uma elevação mais considerável da propensão a contratar do que investir, pois o comércio ainda não tem em seus planos uma expansão significativa de seus negócios.  Antes disso as empresas pretendem guardar um pouco mais o capital.

Os dados apurados pela pesquisa da Fecomercio têm como fonte cerca de 600 empresários da região metropolitana de São Paulo. A averiguação tem como objetivo identificar as perspectivas dos empresários do comércio sobre compra de equipamentos, aberturas de lojas e contratações.

Fonte: Economia – iG 

Articulos relacionados

Brasil: Consumidor dá preferência para loja virtual em que já fez compras

Brasil: Consumidor dá preferência para loja virtual em que já fez compras

febrero 17, 2017

  Em compras pela internet, consumidor dá prioridade para a loja virtual com que já teve

Brasil: Crece la ola de despidos en el comercio minorista de Brasil

Brasil: Crece la ola de despidos en el comercio minorista de Brasil

febrero 16, 2017

  Las empresas del rubro comercial de Brasil perdieron 182.000 puestos de empleo. Además, alcanzaron un

Brasil: Ventas comercio minorista en Brasil caen 6,2%, peor cifra en 15 años

Brasil: Ventas comercio minorista en Brasil caen 6,2%, peor cifra en 15 años

febrero 16, 2017

  Las ventas de comercio minorista cayeron un 6,2 en 2016 y registraron su peor resultado

Brasil: Vendas no varejo amargam queda de 6,2% em 2016, aponta IBGE

Brasil: Vendas no varejo amargam queda de 6,2% em 2016, aponta IBGE

febrero 15, 2017

  Em 2016 as vendas no varejo recuaram 6,2% em relação a 2015. O resultado faz

Brasil: Heineken compra Kirin Brasil, dona da Nova Schin

Brasil: Heineken compra Kirin Brasil, dona da Nova Schin

febrero 14, 2017

  A fabricante de bebidas japonesa Kirin anunciou nesta segunda-feira a venda de sua subsidiária no

Últimas Noticias

Newsletter

SECTIONS

América Retail