América Retail | Homepage
Saturday, February 25, 2017

La primera comunidad del retail en Latinoamérica

Brasil: Empreendedores criam rede de lojas de moda evangélica e projetam faturar R$ 7mi

Brasil: Empreendedores criam rede de lojas de moda evangélica e projetam faturar R$ 7mi

Noviembre 18, 2016

👤Periodista: María Alejandra Lopez 🕔18.Nov 2016

 

Cada vez mais presente no País os evangélicos hoje representam 22,3% da população, ou seja, somam mais de 42 milhões segundo o Censo 2010, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Com bom poder de compra e cada vez mais sedentos por produtos que acompanhem suas crenças religiosas, eles têm chamado a atenção de empreendedores pelo País. De moda evangélica a editoras de livros, o mercado é promissor e não para de crescer.

Com hábitos de consumo que não fogem do padrão do brasileiro, hoje cerca de 73% dos evangélicos compram um livro ao mês, frequentam restaurantes pelo menos uma vez na semana, e claro, para consumo mais específicos como moda evangélica e música, por exemplo, sentem falta de operações para atender suas demandas.

E a demanda é crescente, já que estimativa da Associação Brasileira de Empresas e Profissionais Evangélicos (Abrepe) é que esse nicho cresce 14% ao ano e movimenta mais R$ 21,5 bilhões no País.  E foi justamente por sentir falta de lojas com roupas específicas e que sigam as normas de vestimentas dos evangélicos que o casal de empreendedores Renan Santos e Simone Carvalho fundaram, em janeiro de 2015, a Saia Bella.

Leia Também: Zamboni se reúne com empresários do ramo alimentício no centro do Rio

“Eu e minha esposa percebemos que havia uma escassez de estabelecimentos focados no segmento. E como somos da Congregação Cristã que é muito tradicional, temos que seguir uma série de regras religiosas e algumas são referentes às roupas que as mulheres devem usar”, disse Santos em entrevista ao Brasil Econômico.

Focada em moda feminina, já que a ideia da loja surgiu devido à dificuldade de Simone em encontrar roupas que fosse de acordo as normas da Congregação Cristã, hoje ela atende mulheres de 20 a 45 anos, das classes A, B e C e tem projeto de ampliar a rede de franquias ainda este ano.

A demanda pela moda evangélica foi tamanha que, mesmo em pouco menos de dois anos no mercado de vestuário a Saia Bella conta com duas lojas – em Guarulhos e Alphaville – a operação on-line e já oferece aos empreendedores interessados nesse mercado em potencial o formato Personalitté. “Nessa modalidade, o franqueado pode vender roupas no estilo porta a porta. Já temos sete franqueadas nesse formato”, enfatizou Santos.

Exclusividade no atendimento

Ainda segundo o sócio – fundador da Saia Bella, Renan Santos, as mulheres evangélicas querem exclusividade na hora de comprar suas roupas e acessórios e isso mostra que investir no mercado de moda evangélica pode render bastante aos investidores, em especial os que já conhecem o segmento de venda direta, conhecido como porta a porta. “Nossas consumidores preferem fazer suas compras em um único local com este segmento”, enfatizou o empresário.

Leia TambémComércio carioca antecipa Black Friday

A indústria têxtil no País não está preparada para atender os mais de 42,3 milhões de evangélicos e encontrar fornecedores foi o maior entrave dos empreendedores Simone e Renan. “São poucos fornecedores no mercado, o que nos levou a começar a produção própria visando custo versus qualidade”, disse ele.

O empresário não abriu o quanto investiu para lançar a marca de moda evangélica, mas ao operar no franchising, estima que a rede Saia Bella tenha faturamento de R$ 7 milhões e já está de olho em outros Estados para levar a rede. “Não há limites para crescer, pois nossos produtos se adequam a todas as mulheres que apreciam se vestir de maneira feminina e moderna. E já estamos de olho no Nordeste”, concluiu ele.

Fonte: Brasil Economico 

Articulos relacionados

Brasil: Sem Abilio Diniz, franceses do Grupo Casino patinam e Via Varejo amarga prejuízo Fonte: Economia – iG @ http://economia.ig.com.br/2017-02-23/abilio-diniz.html

Brasil: Sem Abilio Diniz, franceses do Grupo Casino patinam e Via Varejo amarga prejuízo Fonte: Economia – iG @ http://economia.ig.com.br/2017-02-23/abilio-diniz.html

Febrero 24, 2017

  Os esforços para manter as operações da Via Varejo – holding que administra as operações

Brasil: Lojas Americanas aprova oferta primária de ações

Brasil: Lojas Americanas aprova oferta primária de ações

Febrero 23, 2017

  O Conselho de Administração da Lojas Americanas aprovou a realização da oferta pública de distribuição

Brasil: Vendas online de viagens antes do carnaval crescem 58% em 2017

Brasil: Vendas online de viagens antes do carnaval crescem 58% em 2017

Febrero 22, 2017

  As vendas online de companhias aéres e agências de viagem tiveram um salto de 58%

Brasil: Marcas brasileiras que mais se destacaram em 2016

Brasil: Marcas brasileiras que mais se destacaram em 2016

Febrero 21, 2017

  Apesar da crise financeira que predominou no ano de 2016, muitas empresas conseguiram bons resultados

Brasil: E-commerce cresce 7,4% e fatura R$ 44,4 bilhões em 2016

Brasil: E-commerce cresce 7,4% e fatura R$ 44,4 bilhões em 2016

Febrero 20, 2017

  O faturamento do e-commerce brasileiro foi de R$ 44,4 bilhões em 2016, o que representa um

Últimas Noticias

Newsletter

SECTIONS

América Retail