América Retail | Homepage
Sunday, June 25, 2017

La primera comunidad del retail en Latinoamérica

Brasil: As cinco empresas com o pior desempenho

Brasil: As cinco empresas com o pior desempenho

Marzo 1, 2017

Autor/Fuente: Economia-iG 👤Periodista: María Alejandra Lopez 🕔01.Mar 2017

 

Não é de hoje que o consumidor tem mostrado insatisfação com os produtos e os serviços prestados por empresas. Uma das ferramentas utilizadas para reclamar e alertar os demais consumidores tem sido as redes sociais, além do aliado Reclame Aqui.  Em seu site é possível encontrar rankings sobre o desempenho das empresas.

Nesta terça-feira (28) as empresas que obtiveram destaque negativo nos últimos 30 dias foram as organizações voltadas para o serviço de telecomunicações. Confira as cinco instituições que mais deram dor de cabeça ao consumidor no mês de fevereiro.

Vivo (celular, fixo, internet, TV)

Nota: 1.61

Das mais de 85 mil reclamações feitas por usuários, nenhuma foi atendida. Isso mesmo, 0%. Entre os comentários disponíveis para leitura é possível constatar que boa parte dos clientes tem reclamado de cobranças indevidas por parte da empresa, além da falta de qualidade no serviço prestado.

NET Serviços (TV, Banda Larga e Telefone)

Nota: 4.68

Em comparação com a Vivo que tem 0% das reclamações atendidas nos últimos 30 dias. A NET não está tão mal assim, das mais de 97 mil reclamações feitas, pouco mais de 40 mil foram atendidas. Boa parte das reivindicações diz respeito também há cobranças indevidas, além do não cumprimento de serviços pré-estabelecidos pela marca. Outra alegação é que a NET não efetua o desligamento do usuário de sua rede quando solicitada.

Leia Também: Veja as melhores lojas online avaliadas pelos clientes em 2016

TIM Celular

Nota: 1.58

É irônico, mas a maioria das reclamações nos comentários é sobre a não comunicação da TIM com os seus clientes. Alteração de endereço da fatura sem demanda, a falta de aviso da operadora em relação à data de vencimento da conta, além do sumiço de créditos são o que mais tem irritado os consumidores. Das 55 mil reclamações, apenas uma foi atendida.

Casas Bahia – Loja Online

Nota: 2.73

Ao contrário das empresas citadas acima, a Casas Bahia online é a que tem o maior percentual de reclamações atendidas, sendo o saldo de 99,8%. Os principais problemas dos consumidores dizem respeito ao prazo de entrega e aos produtos que chegam com defeito, além da dificuldade da troca de mercadoria.

Samsung Electronics

Nota: 1.84

O que é predominante na página de reclamações da Samsung são as reclamações referentes aos defeitos nos produtos comprados. Um dos clientes inclusive criticou que um dia após o vencimento da garantia seu aparelho apresentou problemas técnicos, sem precedentes. Por outro lado,  o consumidor teve 100% das suas reclamações atendidas pela empresa, com o tempo média de espera de três dias.

Fonte: Economia – iG 

Articulos relacionados

Brasil: Carne fresca brasileira está proibida nos Estados Unidos

Brasil: Carne fresca brasileira está proibida nos Estados Unidos

Junio 23, 2017

  Todas as importações de carne fresca do Brasil foram suspensas nos Estados Unidos. Essa foi

Brasil: Golpe usa o nome do Uber e atrai consumidor com desconto de R$ 100

Brasil: Golpe usa o nome do Uber e atrai consumidor com desconto de R$ 100

Junio 22, 2017

  A crise econômica faz com que o consumidor procure formas de economizar e uma delas

Brasil: Feira de franquias da ABF começa nesta quarta-feira
Junio 21, 2017

  A 26ª ABF Franchising Expo, maior evento voltado para franquias em toda a América Latina, terá

Brasil: Burguer King dará coroa de presente a consumidor durante a Parada Gay

Brasil: Burguer King dará coroa de presente a consumidor durante a Parada Gay

Junio 20, 2017

  Em mais uma ação de marketing que ressalta a importância da igualdade e respeito de

Brasil: Lojas Renner tocando los talones de Macy’s

Brasil: Lojas Renner tocando los talones de Macy’s

Junio 19, 2017

  Sin hacer alarde, la brasileña Lojas Renner ya es casi del tamaño de Macy’s, una

Últimas Noticias

Newsletter

SECTIONS

América Retail